23.9.08

Entrelinhas

A frase estava intacta, seca e hirta na garganta.

Eu me retinha por entre meus dedos, contando as horas e tímidas estrelinhas.
Esperava o momento certo para expandir as palavras que seguiam incólumes.
Mas me perdi nas entrelinhas.

4 comentários:

GrandeGod disse...

Estou sempre por aqui e te linkei em um post... espero q goste!

Bjs

tatiana reis disse...

perdida em entrelinhas
talvez me encontre nelas, mude o foco, refaça o trajeto.

que lindo tudo aqui.
=]

Edna Federico disse...

Hum, às vezes perdemos o momento por 1 segundo de medo...
Beijo

Djalma disse...

Muito bom! Texto bem escrito, preciso e, ainda por cima poético. Às vezes faltam-nos as palavras mesmo. Escrever é mais fácil mas, às vezes, falar é tão difícil. Seu texto é a exata fotografia de um momento e, neste aspecto, é perfeito. Abraço, beijo fraterno.