10.7.07

Sai daí, gato feio!

Perdoem-me os que por ventura discordarem de minhas palavras.
Mas o fato é que eles são animais horrendos, têm um comportamento de quem não sente emoção alguma e não deixam transparecer quaisquer sentimentos ou perturbações. São frios e impassíveis. São apáticos, indolentes e indiferentes.

Um dia eu conheci um rapaz que me contava maravilhas sobre seu gato. Disse-me que era amável, amigo, dócil. E como o discurso era feito com tanta convicção, eu ficava impossibilitada de ensaiar ou balbuciar qualquer argumento que fosse.
Após algum tempo, perguntei-lhe novamente sobre o gato. Eis que obtive a resposta: “Ele fugiu e nunca mais voltou”.
HAHAHAHAHAHAHAHA
Fui tomada por uma glória suprema de quem vence um debate ardoroso.
Ele gostava tanto de seu gato... E o gato, em compensação e gratidão, gostava tanto dele que deve ter se encantado com o primeiro “rabo de gata” que viu que ficou por outras bandas e nem nunca mais se lembrou dele, nunca mais voltou.
É, como a vida é ingrata...
Acontece.

As coisas pioram quando se trata de uma raça em específico, os gatos persas.
Sobre esses eu poderia gastar três folhas discorrendo sobre o quanto eles me causam arrepios, mas vou tentar encurtar, para o bem dos meus eventuais leitores.
Essas criaturas intragáveis passam praticamente o tempo todo ressonando numa fleuma infindável, e ai de quem os despertar de seus cochilos matinais, vespertinos e noturnos. Quando acordados, se limitam a lançar a tudo e a todos um olhar tipicamente blasé, como se tudo fosse demasiadamente idiota e estúpido para eles, como se nada ali fizesse diferença, ou fosse importante. O bicho é altivo, e vive com uma cara de quem está sentindo muito nojo, repulsa ou tédio. Tente jogar uma bolinha para um gato persa pegar! O máximo que ele vai fazer é mexer os olhos para ver a bolinha quicando, quicando e quicando... Depois disso ele vai te olhar como se quisesse dizer “idiota!” e você vai desejar nunca ter jogado aquela bolinha.


Ainda há quem ache que os gatos são animais super higiênicos porque cultivam essa mania de passar o dia se lambendo. Bem, na minha opinião, o máximo que conseguem é espalhar saliva e sujeira por todos os lados, o que complementa mais ainda o meu asco por eles.

Pode ser que alguém aí se revolte, e fale que seu gato é gordo e feliz e nunca fugiu mesmo já estando velhinho. Eu compreendo. Você castrou seu gato, né?
Ainda queria que ele fugisse? PelamordeDeus! Eles são criaturas espertas, frias, calculistas e ardilosas. Seu gato provavelmente pensa “Meu Deus! Esse FDP já foi capaz de arrancar minhas bolas. Se eu fugir e ele me achar novamente o que vai ser de mim? Vou ficar sem meu pau dessa vez? Eu não. É melhor eu ficar por aqui mesmo.”

Você vai alimentar seu gato uma vida inteira, dar-lhe carinho, proteção, amor, mas ele nunca, eu disse NUNCA, vai lhe amar. A máxima prova de amor que você vai obter dele é vê-lo descansando incessantemente e incansavelmente em seu travesseirinho amarelo que você comprou com tanto desvelo para ele.


Quer um conselho? Compre um cão.

5 comentários:

Eu-Alguem. disse...

huehuehuehuehuehueee...

Respondendo teu coments lá, e comentando o "divertido" post daqui...

Realmente a primeira é inesquecível. Ainda mais pra mim q me comportava como um gato! :(
Mas graças a algo,finalmente,surpreendentemente,hoje namorando(gostando) "serio"...Começo a acreditar ser uma cachorro! \o

Será q devo comemorar, e sair afirmando com toda alegria,q realmente sou aquilo que tantas,tantas e tantas me xingaram?
kkkk

Fernanda Passos disse...

Bina, encontrei vc na comunidade Poemas e Poesias e deicid fazer essa visita. Tô gostando muito, te confesso.
E tenho que concordar contigo. Gatos são horríveis, frios, sujos e extremamente desgarrados. Não tem apego por nada ou ninguém.
Beijos para ti.

kris disse...

Santa ignorância...só tenho estas pequenas palavras para dizqe que tenho pena que pense assim, porque não sabe o que perde ...o gato é um animal maravilhoso o cão é a prosa e o gato a poesia... ppoderia dizer muito mais mas a sua ignorância é tanta...

Anônimo disse...

Sabe pq não dá pra discutir com uma ignorante que nem vc??? Pq vc certamente, nunca teve um gato... Como falar sobre algo q vc nunca teve contato direto... Vá escrever seus poeminhas de merda e só escreva sobre algo q vc realmente conheça, ok???

E compre um cachorro pra ficar babando em cima dos seus poemas, versinhos, etc...
Incrivel como tem gente q acha q pq escreve oq pensa, acha pode sair falando sobre qualquer coisa.
Digna de pena!

Anônimo disse...

Sai, gato feio??
Não, não...
Sai, poetisa ruim!!!