12.7.07

Pequeno recital de amor

A palavra é típica do meu ser.
Se eu as louvasse em teu ouvido, tu me deixarias ir?
Por cada segundo corrente,
nos deterioramos mais nestas paredes.
Se tu pudesses fingir que sou tua,
não me soltarias nunca mais.


Porque esta melodia, que é minha,
se tornaria inerente a ti.
Ah, se eu pudesse recitar palavras em teu ouvido...


Tu me eternizarias em pensamento,
Faria-me perpétua em tua memória.
Isso se eu pudesse recitar palavras em teu ouvido.

8 comentários:

♥ Aubrey Fabbro ♥ disse...

Recebi uma mensagem e resolvi dar uma conferida em seu blog.
Muito bom. Gostei.
Parabéns vc escreve muito bem.



*Meu comentário tb é recadinho do coração.

♥ Aubrey Fabbro ♥ disse...

Foi sim. Eu até pensei em coloca-la nos meus favoritos, mas achei demais da minha parte. Rs* Quando receber mais mensagens eu apareço por aqui novamente.

Só discordei literalmente do texto abaixo.
Sou suspeita. Tenho 13 gatos.

Baciones.
Fuizis!

Eu-Alguem. disse...

Ual!

Fernanda Passos disse...

As palavras......com elas tem poder! Como são efêmeras e, ainda assim, conseguem se eternizar. Seja através do que dissemos baixinho no ouvido alguém ou através do que escrevemos.
Palavras...........

Fernanda Passos disse...

Bina. sertá que posso te linkar no meu blog?

Perdição disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Perdição disse...

Lindo... muito bom..."se eu pudesse recitar palavras em teu ouvido."
é Bina não sei se é prudente viver como os poetas...mas quem disse que quero uma vida prudente??é saiba... minha poesia não é mentirosa.....sempre grato pelos elogios...são recíprocos a ti..

André L. Soares disse...

Boa tarde! Excelente poema. Aliás, não apenas esse. O blog todo é de muito bom gosto e os textos são ótimos. Por enquanto li somente os dois últimos posts, como faço sempre na primeira vez que visito um blog. Excelentes mesmo! Depois voltarei para ler mais. Estou dando um ‘passeio geral’ pelos blogs relacionados à literatura, principalmente poesia e prosa. Gostei muito do seu blog. Vou adicioná-lo ao meu blog, bem como favoritá-lo no ‘blogblogs’, para que possa visitá-lo mais vezes. Quando puder, visite também meu blog, no endereço: [ http://poemasdeandreluis.blogspot.com ]. Sinta-se à vontade... a casa é sua,... e, gostando,... por favor, também adicione meu blog e, se for o caso, ao seu ‘blogblogs’, ‘techinorati’ etc. Vamos tentar ampliar a rede de intercâmbio artístico-cultural, influenciando-nos e aprendendo mutuamente. Grande abraço!