29.7.08

Mera preferência

Seu corpo era impresso
num branco de alma.
Seus gritos, de certo,
poderiam rasgar-me a
tensa e crua carne, mas,
ao invés, preferia somente
me fazer dois com a
veludez de seu escárnio.

4 comentários:

Luan Iglesias disse...

Bina, Bina. Estou de volta!

"Seu corpo era impresso
num branco de alma."

Curto e profundo. Belas palavras, bela poedia e/ou memorema.

Beijos.

Maria Cecília disse...

http://wordle.net/gallery/wrdl/98669/Mera_Prefer%C3%AAncia

Edna Federico disse...

Passando pra deixar beijo.

Ingrid Biann disse...

boa escolha nas palavras, trop beau, mademoiselle.