7.11.07

Maria

Maria não era “Maria das Dores”, mas bem que poderia ser. Essa identidade se encaixaria perfeitamente com seu estado de espírito que era permanente e cravado.
Maria não era “Maria das Dores”, mas bem que ela gostaria de ser, para poder justificar esse infortúnio que carregava e despejar a culpa de sua desgraça em ombros alheios, que lhe impuseram isso desde o momento de seu nascituro.
Maria não era “Maria das Dores”, mas se fosse de nada mudaria. Sua desventura seria a mesma. Sempre. A mesma.


Bendito és teu sofrimento, teu suor, teus vermes, tua miséria, teu mau-cheiro, Maria. É abençoado porque é a força que equilibra esse Universo. Porque sem você, os outros não sorririam felizes de suas sortes. Não dançariam de felicidade nos domingos. Não mostrariam o sorriso arregaçado de dentes amarelados pra janela iluminada todas as manhãs.
É graças a você, Maria, que essa gente se sente feliz. É graças ao teu fedor, tua podridão, teus olhos remelentos e tuas vísceras doentes.
Agora chora, Maria, chora porque você equilibra todas as coisas e todos os sentimentos. Chora e não deixe de chorar, nunca.


Maria das dores.

12 comentários:

Silvia Madureira disse...

Tenho uma amiga Maria da Dores mas ela não sofre assim...

Agora ...nós por vezes pensámos que existem desgraçados que para nada servem e no entanto são esses mesmos desgraçados que fazem mais do que nós todos juntos pelo mundo.

Todos somos importantes, nunca devemos desvalorizar ninguém, vejam só como Maria sofre e parece não servir para nada e no entanto consegue fazer feliz uma multidão.

Já uma vez ouvi que o mais pacífico é aquele que mesmo quando sofre não faz barulho...durante a sua dor.

beijo

yasmin. disse...

isso me lembro aquele ditado "pimenta no olho dos outros eh refresco!" HAHA

AMO seu blog

to começando o meu agora...
te linkei nos meus favoritos,ok?

bjo

Edna Federico disse...

Nossa, eu conheço algumas Maria das Dores...e Marios também!
Beijo

Otávio B. disse...

Chora, Maria, chora... Todas as marias que eu conheço tem um histórico de sofrimento, é incrível isso...

Beijos,and...

"Muito obrigado, vamos almoçar"(Voltou!!!!)

Perdição disse...

Paradoxal....maria é e ao mesmo tempo não é!!

Doutroladodomar disse...

Sou Maria..com algumas dores-companheiras , "fazedoras " de lágrimas..Beijão!

O Profeta disse...

Um coração que segue em silêncio
Colinas, cumeeiras, doce aroma de pão
Descanso na paixão, caminho nela
Quantas estações, tem o coração?

Boa semana


Mágico beijo

Adroaldo Bauer disse...

Assim como é a morte que depende da vida pra se consumar, é Maria das Dores e tantos ais.

Beijo, Bina.

Girassol disse...

Isso me fez pensar no nosso egoísmo que muitas vezes nos leva a sentirmo-nos um pouquinho melhor, por perceber que há alguém mais infeliz, mais sofrido...
Belissímo texto.

Beijo.

BABI SOLER disse...

O mundo tá cheio de Marias das Dores que não resolvem e só se queixam.
Afinal, não saberiam viver de outra maneira.

Um ótimo Feriado!

Luan Iglesias disse...

Fez jus ao nome. Se reclamar fosse a solução para tudo...

Eis as Marias.

Bjs.

Natália Nunes disse...

Ai Maria, ai!

Ter o choro como ofício é desperdício.


Beijo.