25.7.07

Ah, se tirarem as cores de mim, eu juro que morro...


Não deve existir um porquê convincente, mas hoje estou meio assim – meio colorida, meio pop, popcorn.

Esse dia cinzento não vai apagar de mim (nunca) as cores que já fazem parte da minha vida: o vermelho da minha paixão por ele, o rosa do meu amor (é claro que por ele também), o azul da minha calma e sensatez, o verde da esperança de um amanhã bem melhor, o laranja da minha energia e constante inquietação e o amarelo reluzente do meu ouro que ainda está escondido.
Ah, se tirarem as cores de mim, eu juro que morro...


Postagem meio chata, meio sem sentido, meio sem sal - meia boca.
Juntando as metades quantos lados tem?


(A Marilyn falsificada acima sou eu, o que demonstra que falta faz ter algo importante para fazer.)


Viva a pop art!

- E Andy Warhol que nos perdoe! -

5 comentários:

Fernanda Passos disse...

rsrsrs. Muito sábia Gina. Sem essas cores e essas representações que elas têm, o que seria de nós?
;)

Mariane Monteiro disse...

Se tirarem de mim tb!!!!!!!!! rsrsrsrsrrsr.....

♥ Aubrey Fabbro ♥ disse...

Voltei pq esqueci de comentar no comentário acima, que gostei dessa foto aqui!

:D

El Honey disse...

Quem precisa de Andy Warhol em tempos de Photoshop?

alejandra disse...

Colores, coloridos, me gustam, pero Soy un arco iris de colores neutras.

yo