14.5.07

O dom da poesia



Deixa a palavra escorregar,
Como num jardim o âmbar e a cidra,
Magnânimo e distraído,
Devagar, devagar, devagar…

2 comentários:

Diogo Lyra disse...

Deixa a palavra correr devagar, pois o pensamento, por si só, voa a mil...

Alejandra disse...

Bom comentário!